31/01/06

SULturas: Terça-feira, Janeiro 31, 2006

SULturas

Este blog faz dois anos. Nada de mais. Nada de novo. Que Deus nos abençoe. Cavaco é presidente. Manuela Ferreira Leite não sabe fazer filhós. 2005 foi um bom ano vinícola. Não ando com pachorra para muita coisa.[o bold é meu!:->]* O povo português continua a ser uma besta. Nós por cá todos bem. Ontem bebi demais. Hoje há conquilhas, amanhã não sabemos.

# posted by elmano


*[...hummmmm, querem ver q lá se foi a paixão assolapada...?!?:->]

29/01/06


«_Sim, cada um terá de encontrar o seu sonho e, então, a senda tornar-se-á fácil; no entanto, nenhuma fantasia durará eternamente: cada quimera liberta outra e não podemos pretender agarrar nenhuma.» - 'Demian', H.H.


***...***...***
(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

Ora aqui está uma boa notícia...

...pelo menos é um princípio...


***...***...***
(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

E eu sem ver nada...mas quentinha!:-)))




(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

Até que enfim encontro alguém que me entende...:->

...a mania de me enterrar numa sala de cinema num qualquer dia da semana...à tarde!...confesso que as salas que frequento não apresentam o público do 'vasco', pelo menos não só...talvez seja do tipo de filmes que eu prefiro...;-) Em geral gosto do filme e vou pelo filme, mas já me sucedeu não ser bem o que pensava; ou o estado de espírito não ser muito propício à concentração e aí...olho o ecran, mas não vejo...o filme, claro!, vejo outras coisas...todas as que me passam pela cabeça e me atormentam a alma...é por isso que gosto, também, de salas de cinema...vazias, de preferência, ou quase...como costumam estar num qualquer dia de semana...à tarde!;-)


***...***...***
(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

26/01/06

Pelo contrário, meu caro, pelo contrário...

Ao contrário do que Pedro Mexia acha o voto em Manuel Alegre não foi o voto no mais impreparado dos candidatos. Isso até pode ser verdade, nem me custa admitir tal, mas...não é isso que deslustra a candidatura. Ou seja, M.A. não 'ganhou' por ser melhor que os outros (abaixo dele), ganhou o que ganhou porque a malta que pensa (e não olha o mundo apenas à luz e à medida do seu umbiguinho!) está farta desta merda toda de políticos estúpidos (chicos-espertos é certo, mas estúpidos!) e oportunistas!

A ideia, meu caro, era ver se conseguiamos mudar não só as moscas, mas a merda também!...pelos vistos vamos ter de aguentar com as moscas e mais da mesma merda!

[...q me desculpe, a cara maite, mas ñ há pachorra q aguente...sem se largar umas quantas bojardas para o q se adivinha aí vir...:->]



***...***...***
(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

O mundo maravilhoso dos mitos e das fantasias...dos machos:->

ESPLANAR: As cenas de sexo em José Rodrigues dos Santos (e não só...):

'No imaginário masculino, as mulheres só querem «foder e foder e foder». São sexualmente escravas, só pensam em sexo, gostam sempre tanto que logo lhes apetece «outra». Assim em José Rodrigues dos Santos, onde Lena é - e de que maneira! - uma «gulosa», uma «esfaimada», uma «fera sedenta», «ávida de carne», «desinibida», «ruidosa quando lhe fruía o corpo».(...)'


...e mais!...no dito imaginário masculino, est'as mulheres' só podem ser...suecas!, naturalmente...:->

23/01/06

controversa maresia

controversa maresia: "Arruma-se o assunto é já.

Estou-me cagando para o resultado das eleições; quero esquecer que, nos próximos cinco anos, o professor Cavaco me vai entrar quase diariamente casa adentro, com o seu provincianismo bacoco de contabilista, a cuspir-se e a espumar-se. Fui lá, à junta de freguesia, pus de lado aquela treta da cidadania e de o gajo ser caçador, e depositei o meu votozinho insignificante no Manuel Alegre,(...)"

22/01/06

A Esquerda portuguesa é muito ESTÚPIDA!!!

...sem mais palavras!


(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

20/01/06

in «É a cultura, estúpido!»


Press Release
ee cummings escreveu que a função do amor é criar desconhecimento. No próximo «É a cultura, estúpido!» vamos dissecar este e outros versos e especular sobre o futuro das relações amorosas. Falar da revelação, do inesperado, da epifania que dá pelo nome de paixão, das diferentes formas de viver os afectos. A sós, a dois, a três, a quatro..., mas também a 624? Como vamos organizar-nos, agregar-nos, dar-nos, amar-nos no futuro? E o futuro, é já hoje? Ao invés de insistir no muito estafado confronto entre a esquerda e a direita, entre o modo liberal e o modo convencional de olhar as relações amorosas, convidámos duas pessoas de pensamento original sobre esta matéria: a psicóloga Isabel Leal e o antropólogo Miguel Vale de Almeida. A sessão (livre) será moderada por Anabela Mota Ribeiro e o agente provocador será Nuno Artur Silva (que há anos co-escreveu um manifesto sobre o tema a que chamou «A elaboração dos acasos»). Quarta feira, 25, às seis e meia da tarde, no Teatro S. Luiz, em Lisboa.


***...***...***
(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

...entre um e outro, optei pela nostalgia...

Sim!, foi a nostalgia de rever Woody Allen que me levou, hoje, a optar por...
Com: Scarlett Johansson, Jonathan Rhys-Meyers, Emily Mortimer


...apesar de parecer 'traição' (à minha mitificação de Woody Allen), acho que vou gostar mais deste último...

...mas valeu a pena!... e esta minha dúvida deve-se mais ao facto de, depois de optar, ficar sempre a achar que a opção que deixei de lado talvez valesse mais a pena...eu e as minhas eternas contradições...


(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

xiiiiii, anda tudo tão caladinho...


...entrou tudo em período de reflexão, foi???:->

***...***...***
(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

19/01/06

As Imagens e Nós


«FALAR DE BLOGUES 2006

Organização: José Carlos Abrantes e Almedina*

Falar de Blogues:
Feminino/Masculino

3 de Março, 19:00 horas*


A Origem das Espécies , Francisco José Viegas
Controversa Maresia , Sofia Vieira
Geração Rasca , André Carvalho
Rititi , Rita Barata Silvério

Continuamos a discussão iniciada em 2005: haverá mesmo diferenças entre blogues femininos e masculinos? Que diversidade se pode encontra nos blogues assinados por mulheres?"»


*Almedina Atrium Saldanha
Atrium Saldanha, Loja 71, 2.º Piso
Lisboa

..mas que diabo...


...quem caçou o Pardal????;-)


***...***...***
(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

17/01/06

É a cultura, estúpido!

http://cultura-estupido.blogspot.com/

Terça-feira, Janeiro 17, 2006
é no meu corpo que morreste. agora
temos o tempo todo
ao nosso lado, como
um lodo onde dormitam as

conhecidas maneiras.
algumas nuvens se aproximam, e depois
se afastam, numa duvidosa
manifestação de imperícia;

os animais falantes
atravessam corredores iluminados,
embarcam na

sossegada lembrança dos sonetos,
o leve sono que pesou no dia.
é no meu corpo que morreste, agora.


António Franco Alexandre, Poemas, Assírio e Alvim, 1996




***...***...***
(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

15/01/06

SULturas

SULturas: "(...)Desde que aqui cheguei, presumo que tenha havido um conluio para me tramar, era obvio. E nunca mais parou. Mas sou teimoso. E' da minha condica,o. Claudicar? Nunca; so' perante a morte. E mesmo essa senhora tera' muito para dialogar comigo. Quanto aos empecilhos que tropec,am em mim, cuidem de si proprios e ignorem-me. Sou grande no sonhar e espac,oso no ser, o que e' que querem? E, para mais, com capacidade de voar. A vossa tacanhez tambem e' enorme e, contudo, nao me causa embarac,o. Temos de nos suportar mutuamente. Faz parte do processo. Mas arre que ja' chega! (...)"
Substitua-se, na totalidade do texto - de que retirei esta pequena citação - o 'Algarve e respectivos habitantes' por um qualquer outro lugar deste país, o meu local de trabalho por ex!:->, e eu teria escrito todinho como o autor o fez, todinho tim_tim_por_tim, se pra tal tivesse engenho...'porra q já chega!' diria eu, se tal me fosse permitido, com a saida do totomilhões:->...mas lá q é arrasante ter de se conviver o dia a dia com a tacanhez chafordante dos espíritos limitados, lá isso é!

14/01/06

oh gentes, preciso de ajuda...;-)

...'tou pr'aqui a organizar o meu "pacote de ida a Barcelona" - um pacote assim pró rapidinho, tipo fim de semana alongado - pelo q aceito sugestões ...em especial sobre uma agéncia de viagens...honesta!;-)...e ñ me venham com as tretas das pequisas googlianas q eu quero mesmo é q me digam algo mais...tipo ambrósino...algo assim, hummmm... pessoal!...das vossas impressões pessoais... 'tá percebido?!?;-)




(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

13/01/06

Maite e a urbanidade...;-)

«Sempre posso defender, mesmo veementemente, um ponto de vista sem descer “do salto alto”.» Maite dixit!;-)

Ora, comecemos por esclarecer dois pontos:

  • rara, mas mesmo muito, raramente uso...saltos altos! Gosto pouco de 'espartilhos'...:->
  • até posso entender o que, à superfície, aquela ideia comporta, mas...agora quero ir mais fundo!, ou seja: vou descalçar o sapatinho...:->
Assim sendo, vejamos...

Tenho para mim que o "saber estar" nos remete, essencialmente, para uma capacidade de adaptação que nos leva a saber inter-agir com o ambiente que nos rodeia, quer seja o social, ou outro...E esta inter-acção só se justifica se a mesma se exercer com conforto. Conforto físico, emocional, intelectual, afectivo...por aí fora. Recuso, desde já, inter-agir com algo que me provoque desconforto e, menos ainda, sofrimento. É assim que levo ténis para o campo e não os tais sapatinhos de salto alto!:-> E mesmo esses, para além de precisarem ser muito bons - uns Pablo Fuster ou uns Aldo, por ex.!;-) - só os uso quando a situação é, mesmo, muito exigente. Em todo o caso, preferir por preferir, em matéria de saltos altos, prefiro...botas!Mas adiante...:->

Ora, no que toca à forma da expressão informal - é que existem diversas formas de expressão, né?!?:-> - vai dar quase ao mesmo...se preciso sentir-me espartilhada a todo o momento; se não me permito descontrair em certos ambientes, em geral os que são para isso mesmo, aqueles em que estamos com quem nos conhece e sabe aferir de todos (ou pelo menos de quase todos que o todos nem nós mesmos!) os sentidos possíveis para as nossas palavras e/ou expressões informais, então corro (corre toda a gente, acho eu) sérios riscos psico-emocionais...aliás, pensando bem, deve ser por isso que parece andar todo o mundo meio-louco...esta gente não aprende a descontrair, mesmo!;-)

É por demais evidente que não usamos as mesmas formas de expressão em todos os lugares, eu não uso! Tal como não escrevo uma carta comercial como se estivesse a escrever uma carta de amor; nem um post como se estivesse a escrever um ensaio candidato a um qualquer prémio literário!:-> Isso não quer dizer que não exista uma linha condutora, mas essa deve dizer mais respeito aos nossos próprios valores que se aplicam em termos gerais e não a uma uniformização da nossa própria forma de estar...e ser! É claro que, se não faz parte dos meus hábitos usar de palavrões na linguagem oral, isso não me impede, no entanto, de os usar se me apetecer em determinado momento e se eu achar que tal servirá um determinado propósito, meu! Agora, dos meus propósitos e dos seus respectivos significados deve aferir, cada um por si, esperando-se que se use da inteligência de os colocar dentro do contexto...e é isso que os hipócritas não sabem fazer! Ouvem um palavrão e 'ai jesus!, q'horror!, q'escândalo!, q'ordinária(o)!' :->...em geral estes espécimes acabam por morder o próprio anzol e, mais tarde ou mais cedo, caiem na própria rede: acabam a usar de expressões reles num contexto descabido.

Mal de nós se nunca descartarmos o formalismo a que nos obrigam as socializações formatadas e formatadoras- do emprego ou da presença de estranhos, por exemplo - e não soubermos desconstruir esses formalismos e transformá-los em sadia confraternização.

Como eu costumo dizer: só me ofende quem eu deixo!...e para isso é preciso já ter-se ultrapassado as socializações hipócritas. Ao respeito pelo outro, pelos seus sentimentos, pela sua forma de pensar, pelas suas opções de vida...chamo eu valores! Nunca socialização, mesmo se feita de : 'delicadeza; civilidade; cortesia; afabilidade'. E estes são, apenas, alguns dos 'utensílios' que usamos para dar corpo aos valores humanos...alguns apenas!, e mesmo assim quantas pessoas conhecemos que são muito simpáticas, muito afáveis e muito (aparentemente) cheias de civilidade e, afinal, na pratica do dia a dia e nos momentos mais expressivos são uns sacanas da pior espécie!?

E, ainda, a veemência* não se compadece com esses formalismos...essas delicadezas...essas pseudo-civilidades...as coisas da paixão pouco (nada!) têm a ver com fru-frus...e defender ideias, ainda mais com veemência...implica paixão! Coisa de que os amorfos (ou já formatados!?!) desconhecem...Pois é, minha cara Maite...o pior não é usar-se a expressão sacana...pior, mesmo, é ser-se sacana! :->

*veemência
do Lat. vehementia

s. f., qualidade do que é veemente;
impulso rápido na alma ou nas paixões;
impetuosidade;
energia calorosa;
intensidade;
centro;
rigor;
eloquência arrebatadora;
arrebatamento;
ardor;
fig., instância;
grande interesse, entusiasmo;
empenho.




***...***...***
(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

Vamos lá a meter isto em dia...vou EU, claro!;-)

...e respondendo a alguns comentários que têm sido deixados por aí e aos quais não me tem sido possível responder a preceito [e quero!;-)] consigo, assim, actualizar também o raio do bloguiiiiii...;-)
[ñ consigo lembrar-me onde fui buscar esta imagem, mas sei que tinha algo a ver com o teatro de fantoches...;-)]

...vou começar (necessáriamente, pra mim!) pelo meu querido 'albertobei'!;-)...diz ele, algures alí pr'as bandas do As Presidenciais e...EU! ...que o meu voto 'não servirá de nada se eu "botar" em dois candidatos'...ora, pois então, caríssimo 'albertobei'...a ideia é essa!;-) Se votar no Cavaco me revolta as entranhas; se votar no avôzinho Soares me lembra os sapos que já engoli - e uma vez chega(me)! - se votar no Louçã e no Garcia é o mesmo que dar força à divisão fomentada à esquerda...e isto partindo do princípio que os ditos cujos até seriam melhores políticos que os outros, coisa que começo a descrer fortemente, já que...o poder corrompe, meu caro, inevitavelmente!(?)!...se perante estas premissas todas fico sem opção válida...que mais posso fazer senão expressar o meu descontentamento desta forma como oposição à forma mais cómoda (e comodista!) que seria...abster-me!?! E eu sou lá de me abster!!!;-))) E não!, não considero o M. Alegre um "pensador" transcendental! Eu só disse...pensador!...e isto em contra-ponto a político, coisa que nunca o achei...talvez sim, talvez seja isso mesmo:'Trémolos de l’âme'...sim, penso que sim...E, também, sim... talvez, nos tempos que correm, o pensamento não passe, mesmo, dum...mero exercício narcisista...que sei eu?!?

«Tenho a impressão, que mesmo que mentisses, dirias a verdade.» 'albertobei' dixit!;-)

...este é (e será sempre!) o meu eterno defeito! Não que eu não minta, nunca...o problema é que, até para mentir, preciso dizer verdades, sob pena de não saber ser credível! Coisa que, pra quem tem a mania das coisas bem feitas, é o diabo!:-> Depois, depois...sempre achei uma enorme trabalheira essa coisa de ter de mentir...mentir pra quê? Tenho dois trabalhos: arquitectar a mentira e mantê-la! Ora, dá-me muito menos trabalho ser verdadeira...mente EU! Além do mais, mentir implica uma grande dose de concentração e memorização, utilizadas duma forma improdutiva, além duma enorme falta de auto-respeito!...admitir que preciso mentir, para os outros, implica assumir que os outros têm esse poder, demasido vasto, de me obrigarem a deixar de ser EU e isso não admito nem aos que amo, quanto mais...assim, opto por (me) afastar (de) quem não sabe (ou não pode) aceitar 'o outro' por inteiro e convenhamos que, nesta nossa sociedadezinha de fantoches onde poucos (e pouco habilidosos) são os titereiros, não temos muitas escapatórias: ou somos 'comidos', ou... resguardamo-nos!E nestas coisas de resguardar e auto-defesas há quem diga que a melhor defesa é o ataque!;-) Quando ataco - com a verdadinha nua e crua - os néscios ouriçam-se tanto, mas tanto, que debandam rápidamente! E assim me vejo livre deles sem grandes trabalhêras! Sim, é verdade!...sou uma preguiçosa nata e inveterada!;-)

Também eu gosto de saber que me lês!
Também eu gosto de saber que, apesar de tudo, não estou sózinha...
Nestes pensamentos narcisistas!;-)
Também eu
- apesar de todo o meu resguardar -
Gosto de ir sabendo que estás aí
E...não te agradeço!
Porque nesta coisa dos afectos
- que se vão construindo pouco a pouco -
Não sei misturar socializações desnecessárias
Eles falam por si...e é quanto nos basta...certo?!?;-)


***...***...***
(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

08/01/06

As Presidenciais e...EU!

...que tenho a mania de querer certezas...de procurar os porquês e de querer ter e dar respostas, para tudo...mesmo que acabe, sempre, por nunca me decidir entre o isto e o aquilo; entre o dever e o querer; entre o ficar e o ir...

Pois...mais uma vez vou ficar entre o e o ...entre a razão e a emoção (como me dizia a minha 'cigana' privativa, ao ler-me as linhas da minha mão, deste meu eterno conflito entre a cabeça e o coração)...e desta vez vou botar dois votos em vez de um!

Não há hipótese alternativa! Soares pra quê? Cavaco nem pensar, vá de retro satanás! Fico entre o Jerónimo - a minha razão política e o Alegre - a minha razão afectiva. Como político é evidente (pra mim) que o Jerónimo de Sousa tem muito mais perfil. É claro (claríssimo!) que não tem a mínima hipótese, mas para o peditório de engolir sapos já dei uma vez e, pra mim, não preciso cometer o mesmo erro mais do que uma vez! Já Manuel Alegre é um intelectual, um poeta, um pensador...talvez fosse algo que fizesse a diferença, embora eu já comece a entrar naquela fase da vida em que os sonhos começam a ser remetidos para gavetinhas secretas e a descrença começa a vencer. Odeio reconhecê-lo!, mas não posso negar que, de quando em vez, essa descrença leva a melhor sobre os sonhos. É claro que mantenho, ainda, as gavetinhas semi-abertas (ou semi-fechadas?), mas....

Também é claro que, desta forma, o Cavaco tem o caminho livre, facilitado...afinal de contas, desta vez, é a Esquerda que se fragmenta (e será que ainda existe esquerda?). Também é verdade que a figura do Presidente da República, neste país de teatro de fantoches, é uma figura pouco relevante, em termos práticos, para uma mudança realmente eficaz em termos sociais, mas...

Acho que 'tá decidido: desta vez vou botar dois votos!;-)
***
[a ordem é arbitrária...claro!;-)]


(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

07/01/06

Subversos

Subversos: "Quinta-feira, Dezembro 22, 2005

Estou livre da tua queda


O desnorte feito num unico horizonte
A trama do teu azar
No vacuo da ignorancia
Nao sou o teu fim estatico
Soltou-me o ter de ficar
'E que a aranha medita
- 'es uma crianca e ela o sabe -
Pensa o que vais ser na velhice
Cria o desnorte por nao agires
Na teia do teu acaso
A teia!...

posted by Vostradeis"

Às vezes gostava de...

PAULA REGO em Serralves

...saber explicar a 'algumas' pessoas a diferença entre gostar porque se precisa ou precisar porque se gosta...:-(


***...***...***
(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

05/01/06

Remédio santo prá minha dieta...:->

Vou colar uma coisa destas na porta do meu frigorífico...Na porta da despensa da cozinha...Vou tb usar como fundo do meu télélé...No porta_fotos da minha carteira (no lugar dos meus ricos gatinhos)...enfim, em tudo o q é sítio q me faça ter horror a comer...oh balham-me todos os deuses!...grrrr



(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

Está na hora de retomar as minhas visitas cinéfilas...

[agendado 'há q séculos', mas com sugestão a reforçar o desejo... do Vos...e do Neo-...;-)]

Ficha Técnica: um filme de Jim Jarmusch com Bill Murray, Jeffrey Wright,Sharon Stone, Frances Conroy, Chloë Sevigny....

No novo filme Woody Allen troca Nova Iorque por Londres
Elenco:Scarlett Johansson; Jonathan Rhys-Meyers; Emily Mortimer; Brian Cox; Matthew Goode; Penelope Wilton; Layke Anderson; Morne Botes; Ewen Bremner; Scott Hanay; Rose Keegan





(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

04/01/06

«...agarrar o impossível, q o possível dá muito trabalho e gozo nenhum...», by Lia C.




***...***...***
(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

01/01/06

Relembrando...

da revolução ao sonho
...agradou-me, logo de início, aquele traçado revolto!...gosto de revoluções, gosto de revolucionar...depois, depois um certo ar de expectativa, como que a preparar(me) para a revolução...como que a tomar fôlego para a...subida final!...aquele traço que sobe é a ascensão aos céus do (meu) sonho...por fim gostei (amei!) as pontas que não se tocam...deixa-me o espaço imenso - do sonho - por minha conta!

amok-a memória perdida
Posted by alvestc at julho 4, 2004 10:28 AM


[...não há como não fazer alguns balanços do que já passou...]

(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW