23/03/08

O umbiguismo pequeno-burgês...[correcção a fazer-se no burguês...com a ajuda dum burgesso]:=>

...é que nos trama a todos e esta treta que o Pitta posta - Da Literatura: GRANDES SUPERFíCIES - é apenas uma pequena fatia do bolo onde, também, se insere a treta maior do vídeo do momento: 'a prof q teve medo da aluna por causa dum télélécas!'...:=>

Por certo o Pitta, quando chega às suas férias(zinhas) pega nas malinhas e zarpa para um qualquer paraíso, se não das Fidjis por lá perto andará...em contrapartida os empregados das grandes superfícies tentam aproveitar, essa metade de domingo, para estar alguns momentos com a família. Porque nem as férias podem ter em conjunto e muitos vêem-se a braços com o problema dos infantários e/ou ATL's que encerram durante o mês de Agosto...todo!, quanto mais pensar em férias juntos onde quer que seja...pelas férias desencontradas mas, ainda mais, pelos euros mais desencontrados ainda!!!

E que legitimidade tem o senhor Pitta para achar que 'nem os empregados das grandes superfícies tiram benefício das tardes de domingo.'??? Por acaso fez alguma sondagem junto dos mesmos para aferir tal sentença?

Eu só gostava que os senhores pittas deste mundo me explicassem umas coisas:
  • porque raio as pessoas querem fazer compras ao domingo? porque raio não as fazem durante a semana, se as grandes superfícies do ramo alimentar até estão abertas até às 23/24h? e porque não as fazem nas superfícies de pequeno/médio porte que até estão abertas o domingo todo???
  • porque raio estes consumidores, estando as grandes superfícies abertas das 9h às 13h (ou 10h às 14h), só começam a aparecer para fazer compras a partir do meio dia, chegando a entrar (tantas vezes!) em cima da hora do fecho e dando-se ao 'luxo' de andar na maior das calmas até que alguém alerta para o fecho da loja!?
  • por acaso o senhor Pitta saberá que existem empregados de grandes superfícies que nunca folgam um fim de semana seguido, anos e anos a fio, excluindo apenas os períodos das férias?!? e ainda se atreve a afirmar que não beneficiam com as tardes de domingo?
  • se pai e mãe trabalharem numa grande superfície que tempo dispõem para os filhos? ou estes trabalhadores não têm direito a ter filhos? ou estes filhos não têm direito a ver-se devidamente acompanhados e acarinhados por forma a não se transformarem em 'energúmenos filhos de pais desclassificados que os não educam e apenas criam agressores dos coitadinhos dos profs'!???
Deixem-se de demagogias bacocas! As actividades que o senhor Pitta referiu são, na sua grande maioria de interesse vital para todos...uma pessoa não adoece quando decide; o crime não acontece com horário fixo, etc., etc., já a actividade comercial, relacionada com o consumo, prende-se muito mais com a criação artificial de necessidades do que de necessidades efectivas. E, em todo o caso, era melhor não se falar em médicos...afinal de contas que médicos encontramos aos domingos, sem ser nos hospitais? Por alguma razão os serviços de saúde são considerados serviço público e o supermercado é comércio, né?!?

O Eduardo Pitta de vez em quando tem cada uma!!! Oh deus me livre!!!

***...***...***
(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

3 comentários:

Cândida disse...

e qual é o problema de os hipers abrirem ao domingo!? eu sou a favor. só vai quem quer ou precisa.

Anónimo disse...

O que é um burgês? Abreviatura de burgessa?

amok_she disse...

Apesar do cometário burgesso...muito obrigada pela chamada de atenção...:=>