15/05/07


Optimista céptico


Eu já estou farto das fotografias
que me querem vender todos os dias
os legionários mais os seus troféus
no chão a sangrar

Não posso mais olhar para aquela imagem
parece que é sempre a mesma paisagem
a hipocrisia deste novo império
faz-me vomitar

Por isso eu tornei-me um optimista céptico
não sou bem igual ao céptico opti-místico
só quero encontrar paz
sem arrastar atrás nem mestre nem Deus

Já temos a informação cruzada
empacotada e globalizada
agora só nos falta a convicção
para acreditar

Há assassinos que não se arrependem
há tantos pensadores que nunca aprendem
e há quem insista sempre em aprender
mas não quer pensar

Por isso eu tornei-me um optimista céptico...

Gostava de ser ecologista exótico
sem perder de vista o meu perfil erótico

Ainda vou ser ilusionista crónico
um mestre da fuga, um mago supersónico


Jorge Palma


***...***...***
(Magritte)/"Quando abarcarmos esses mundos e o conhecimento e o prazer que encerram, estaremos finalmente fartos e satisfeitos?",WW

2 comentários:

Maçã de Junho disse...

A agenda, a obra, o universo artístico de Jorge Palma em www.bloguepalmaniaco.blogspot.com
newsletter/informações: contactar ladoerradodanoite@hotmail.com

cristina disse...

Eles 'andem' aí... ;)

Já agora, dá para dedicar? Então, era, 'fachabor', para o menino angustiado:

«Por isso eu tornei-me um optimista céptico / não sou bem igual ao céptico opti-místico / só quero encontrar paz / sem arrastar atrás nem mestre nem Deus»

É que os «cépticos empedernidos» também podem ser optimistas, sem meter deuses e orações ao barulho...